Como Escolher o Protetor Solar Ideal para Você?

Atualizado em 23 de Outubro, 2023

O protetor solar é um item indispensável para todos nós. Ele nos ajuda a proteger a pele contra os raios solares, que podem causar danos como queimaduras, manchas, envelhecimento precoce e até mesmo câncer de pele. Mas com tantas opções disponíveis no mercado, como saber qual protetor solar usar? Neste artigo, vamos responder a essa pergunta e muitas outras, para ajudá-lo a escolher o protetor solar ideal para o seu tipo de pele e necessidades.

Qual Protetor Solar Usar?

Cada tipo de pele necessita de um tipo específico de proteção. Por exemplo, peles claras e sensíveis necessitam de um fator de proteção solar (FPS) mais alto, enquanto peles mais escuras podem optar por um FPS mais baixo.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda o uso de protetor solar com FPS mínimo de 30 para todas as pessoas, independente do tipo de pele.

Além disso, é importante escolher um protetor solar que ofereça proteção contra os raios UVA e UVB.

A Importância do Fator de Proteção Solar (FPS)

Mulher aplicando o protetor solar na praia.

O Fator de Proteção Solar, ou FPS, é um número que indica o quanto um protetor solar protege a pele contra os raios UVB, que são os principais responsáveis pelas queimaduras solares e lesões pré-cancerosas. Basicamente, o FPS indica quanto tempo a mais você pode ficar no sol sem se queimar, comparado a não usar protetor solar.

Por exemplo, se você normalmente começa a se queimar após 20 minutos no sol sem proteção, usando um protetor solar FPS 30, você pode ficar no sol por 30 vezes esse tempo, ou seja, 600 minutos (20 minutos x 30), sem se queimar.

No entanto, essa é uma simplificação, pois a eficácia do protetor solar também depende de outros fatores, como a intensidade dos raios solares, o horário do dia, a sua localização geográfica, e quanto você sua. Além disso, nenhum protetor solar oferece 100% de proteção contra os raios UVB. Por exemplo, um protetor solar FPS 30 filtra cerca de 97% dos raios UVB, enquanto um FPS 50 filtra cerca de 98%.

Além dos raios UVB, é importante também se proteger contra os raios UVA, que penetram mais profundamente na pele e são responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele e pela perda de elasticidade. A exposição prolongada aos raios UVA também pode contribuir para o desenvolvimento de câncer de pele. Por isso, é importante escolher um protetor solar que ofereça proteção de amplo espectro, ou seja, que proteja contra ambos os raios UVA e UVB.

Diferença Entre Protetor Solar FPS 30 e FPS 50

A principal diferença entre os protetores solares FPS 30 e FPS 50 é o nível de proteção contra os raios UVB. O FPS 30 filtra cerca de 97% dos raios UVB, enquanto o FPS 50 filtra cerca de 98%. Isso pode parecer uma diferença pequena, mas pode fazer uma grande diferença, especialmente para pessoas com pele muito clara, que queimam facilmente, ou para aquelas com histórico de câncer de pele na família.

Lembre-se, o mais importante é aplicar uma quantidade adequada de protetor solar e reaplicá-lo regularmente, independente do FPS. A maioria das pessoas não aplica protetor solar suficiente, o que reduz a eficácia do produto. Uma boa regra é aplicar uma colher de chá de protetor solar no rosto e uma quantidade equivalente a um copo de shot para o corpo, e reaplicar a cada duas horas, ou após nadar, suar ou se secar com a toalha.

Protetor Solar para Diferentes Tipos de Pele

Homens com tons de pele diferentes.

Pele Normal

Para peles normais, um protetor solar com FPS 30 a 50 é geralmente suficiente. Procure produtos que ofereçam proteção contra os raios UVA e UVB e que sejam à base de água ou oil-free, para não deixar a pele oleosa.

Pele Seca

Para peles secas, procure protetores solares que além de oferecerem alta proteção, também tenham ingredientes hidratantes, como ceramidas, ácido hialurônico ou glicerina.

Pele Oleosa

Para peles oleosas, é importante escolher um protetor solar oil-free e não comedogênico, ou seja, que não obstrua os poros. Os protetores solares em gel ou gel-creme são boas opções para esse tipo de pele.

Pele Sensível

Para peles sensíveis, é importante escolher um protetor solar hipoalergênico e sem fragrâncias. Os protetores solares minerais, que contêm óxido de zinco ou dióxido de titânio, são geralmente mais indicados para esse tipo de pele.

FAQs sobre Protetores Solares

Uma pessoa aplicando o protetor solar.

Como saber que tipo de protetor solar usar?

O tipo de pele é um fator determinante para escolher o protetor solar ideal. Peles oleosas se dão melhor com protetores em gel ou oil-free, enquanto peles secas podem preferir fórmulas mais hidratantes. Peles sensíveis devem optar por produtos hipoalergênicos e sem fragrância.

Quem deve usar protetor solar fator 30?

O FPS 30 é geralmente recomendado para pessoas que têm pele morena a negra, pois esse tipo de pele tem mais melanina e, portanto, uma proteção natural um pouco maior contra os raios solares. No entanto, ainda é necessário usar protetor solar para proteção completa.

É possível obter vitamina D suficiente enquanto ainda usa filtro solar?

A vitamina D é vital para a saúde óssea e é produzida pela pele quando exposta à luz solar. No entanto, a exposição excessiva ao sol aumenta o risco de câncer de pele, então é importante encontrar um equilíbrio. Usar filtro solar reduz a produção de vitamina D pela pele, mas ainda é possível obter vitamina D suficiente com uma exposição solar moderada. A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda uma exposição solar de 15 a 30 minutos por dia, sem filtro solar, antes das 10h ou após as 16h, para produção adequada de vitamina D.

Qual a quantidade de FPS ideal protetor solar?

A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda o uso de protetor solar com FPS mínimo de 30 para todas as pessoas, independente do tipo de pele. Se você tem pele muito clara, histórico de câncer de pele na família ou vai ficar exposto ao sol por um longo período, é melhor optar por um FPS mais alto, como 50 ou 70.

Qual o FPS mais indicado?

Não existe um FPS “mais indicado” para todos, pois isso depende do seu tipo de pele e da intensidade da exposição solar. No entanto, um FPS 30 é geralmente suficiente para a maioria das pessoas.

Qual o fator de protetor solar para o rosto?

O rosto geralmente necessita de um FPS mais alto, pois a pele é mais fina e delicada. Além disso, o rosto está sempre exposto ao sol, mesmo em dias nublados ou quando estamos dentro de casa. Por isso, é recomendável usar um protetor solar com FPS 50 ou 70 no rosto.

Quantos FPS devo usar?

Isso depende do seu tipo de pele e da intensidade da exposição solar. No entanto, um FPS 30 é geralmente suficiente para a maioria das pessoas. Se você tem pele muito clara, histórico de câncer de pele na família ou vai ficar exposto ao sol por um longo período, é melhor optar por um FPS mais alto, como 50 ou 70.

Qual FPS ideal para pele branca?

Para peles brancas e muito claras, é recomendável optar por um protetor solar com FPS 50 ou maior.

Qual o FPS ideal para a pele negra?

A pele negra tem mais melanina, o que oferece uma proteção natural um pouco maior contra os raios solares. No entanto, ainda é necessário usar protetor solar para proteção completa. Um FPS 30 é geralmente suficiente para peles negras.

Qual a diferença entre o protetor solar físico e químico?

Os protetores solares físicos (ou minerais) contêm partículas que refletem os raios solares, enquanto os protetores solares químicos absorvem os raios solares e os transformam em calor.

Assim, os protetores solares físicos são geralmente melhores para peles sensíveis e podem deixar um resíduo branco na pele.

E os protetores solares químicos podem ser mais confortáveis de usar, mas podem irritar peles sensíveis.

Qual protetor solar não deixa a pele branca?

Os protetores solares químicos geralmente não deixam a pele branca. Se você prefere usar um protetor solar físico, opte por um produto com partículas micronizadas, que não deixam um resíduo branco visível na pele.

Como Reconhecer e Agir Após Exposição Excessiva ao Sol

Mulher hidratanto a pele.

Se você passa muito tempo ao sol, é fundamental saber quando é demais e o que fazer se isso acontecer. A exposição excessiva ao sol pode causar queimaduras solares, que é uma indicação da pele de que ela foi excessivamente exposta aos raios UV.

Os sinais de excesso de exposição ao sol incluem pele vermelha, quente ao toque, sensação de ardor na pele, bolhas e, em casos mais graves, náuseas e febre. Além disso, ficar muito tempo ao sol pode levar à desidratação, então se você estiver se sentindo muito sedento, tonto, ou com a boca seca, pode ser um sinal de que você ficou ao sol por muito tempo.

Se achar que ficou exposto ao sol por tempo demais, é crucial se hidratar bebendo muita água, tomar um banho frio ou aplicar compressas frias na pele para ajudar a aliviar a dor e o calor. Aplique um hidratante suave ou um gel de aloe vera na pele e evite mais exposição ao sol até que a pele esteja totalmente recuperada. Se você tiver bolhas, náuseas, febre ou dor intensa, procure atendimento médico imediatamente.

Conclusão

Uma mulher preta na praia.

Escolher o protetor solar certo é essencial para manter a pele saudável e protegida contra os danos causados pelos raios solares. Lembre-se de aplicar o protetor solar todos os dias, mesmo em dias nublados ou quando estiver dentro de casa, pois os raios UVA podem penetrar através das nuvens e janelas.

Além disso, reaplique o protetor solar a cada duas horas ou após nadar, suar ou se secar com a toalha. Cuide-se e proteja-se!

Veja este artigo e mais artigos sobre bem-estar e cuidados pessoais em nosso site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *